Curta a nossa página
Boa noite!  Teresina, 05 de abril de 2020
 
13/02/2020 às 10h27 O âncora Você está aqui: Home / Futebol Imprimir postagem

Aos 40 anos, Rodrigo Ramos comemora atuação contra o Vasco: "encarei esse jogo como um dos últimos"

Destaque do Altos no empate em 1 a 1 com o Vasco, na quarta-feira (12), pela Copa do Brasil, o goleiro Rodrigo Ramos se emocionou ao falar da partida disputada no estádio Albertão. 

Autor de defesas importantes ao longo da partida, o jogador de 40 anos concedeu entrevista em tom de despedida - não do clube, mas da carreira que ele admite estar mais próxima do fim. 

- Todos sabem, eu sou um atleta de 40 anos, e eu estou mais para parar do que para continuar. Encarei esse jogo como um dos últimos de um campeonato que todo mundo gosta de disputar, que é a Copa do Brasil. 

A atuação foi dedicada pelo goleiro para a família, que mora no Maranhão. 

- A gente não conseguiu a classificação, mas eu trabalhei muito para que os meus filhos, que estavam assistindo, tivessem orgulho do pai. Eu tenho certeza que a minha casa hoje está em festa. 

O único lamento de Rodrigo Ramos foi não conseguir a classificação para a próxima fase. Até a marca pessoal de nunca perder para o Vasco ele manteve - agora são quatro jogos, três deles pelo Sampaio Corrêa (MA). 

- Acho que nós tínhamos condições, sim, de avançar na competição, com todo o respeito à boa equipe do Vasco. Tira-se algumas lições nesse tipo de situação, mas, sem sombra de dúvidas, eu fico muito feliz com o meu trabalho, minha atuação. E agora é dar sequência. 

Recuo no fim do jogo
Na última chance de gol da partida para o Altos, o goleiro Rodrigo Ramos correu da grande área em direção ao campo adversário, mas recuou. A ordem foi do técnico Fernando Tonet. 

- Na ânsia de ir pra frente, de ajudar, de vencer, eu queria classificar. Mas aí eu olhei para o banco e veio a ordem do treinador, e eu respeito muito. (...) Ordens são ordens. De repente, se eu fosse e conseguisse desviar a bola... Mas enfim, parabéns para todos. Fica a frustração de não ter passado, mas eu acho que nós representamos o estado do Piauí na Copa do Brasil. 

Depois, Fernando Tonet disse ter pensado que ainda haveria mais tempo de jogo naquele instante. Só depois se deu conta que a chance de Jânio Daniel foi a última para o Jacaré conseguir o gol da classificação.

 

Reproduzido de cidadeverde.com


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados