Curta a nossa página
Boa tarde!  Teresina, 21 de maio de 2019
 
19/02/2019 às 15h11 O âncora Você está aqui: Home / Teresina Imprimir postagem

Seduc e OAB são parceiros em projeto Contra as Drogas

No primeiro momento devem ser contemplados os Centros Estaduais de Tempo Integral

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc), em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), elaborou o projeto "Escolas em ação na prevenção às drogas", que tem como objetivo capacitar gestores, professores, servidores e, principalmente, alunos para atuar de forma direta na prevenção às drogas. A iniciativa tem como objetivo intervir estrategicamente nas demandas emergentes de conflitos nas escolas da 4ª GRE, tornando os estudantes multiplicadores de ações para implementar políticas pelo uso de entorpecentes nas escolas no Piauí. 

Participam do projeto gestores escolares, professores, servidores e principalmente os alunos das escolas pertencentes a 4ª Gerência Regional de Educação (GRE). Pretende-se alcançar 100% das escolas da 4ª GRE e posteriormente as escolas de todo o estado.  

 

A ideia é contribuir com os gestores, professores, servidores e alunos desenvolverem práticas de prevenção às drogas que favoreça a cultura de paz nos Centros Estaduais de Tempo Integral (CETI); desenvolver intervenções e técnicas comportamentais de autoconhecimento de forma a ajudar os alunos a exercerem o protagonismo juvenil nos Centros;  criar um ambiente amistoso nos Centros que favoreça o conhecimento significativo, motivação, tomada de decisão responsável, resistências grupais e autoestima dos alunos na prevenção as drogas; estimular os Centros a desenvolver um plano estratégico específico de integração e envolvimento dos alunos, além de instigar a criação de um sistema de avaliação qualitativa que valorize os alunos partícipes nas ações de prevenção e intervenção.

 

 

De acordo com o gerente da 4ª GRE, Tarcísio Pires, a proposta de intervenção parte da realidade de um contexto socioeducacional, que as tornaram foco de muitas discussões no campo da educação e saúde. "Isso agrega valores culturais e sociais que refletem na mudança de metodologia e atitude das escolas. O projeto em desenvolvimento tem como metodologia o padrão SMART, são caracterizados por ferramentas que auxiliam na definição de metas e no alcance de resultados de forma clara. Nessa compreensão de metodologia a ser aplicada nas escolas da 4ª GRE, tem como dinâmica de funcionamento contribuir com o processo de aprendizagem dos alunos, autonomia e prepará-los para a vida, além de capacitar e mobilizar profissionais de referência das escolas para o trabalho preventivo, de modo a identificar no espaço das escolas outros, que tenham o perfil para se tornarem multiplicadores no exercício do protagonismo juvenil no enfrentamento e intervenção às drogas", afirma.

No primeiro momento, será desenvolvido nos Centros Estaduais de Tempo Integral (CETI), e posteriormente será estendido para as demais escolas sediadas no território Centro Norte, com abrangência de aproximadamente 21.000 mil alunos. Espera-se que a comunidade escolar seja envolvida e contemplada nesse novo formato de trabalho integrado à Rede Intersetorial (entidades governamentais, não governamentais e terceiro setor), que atuam juntamente com a 4ª GRE na prevenção do uso e abuso de drogas nas escolas.

Ccom


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Artigos relacionados