Curta a nossa página
 
28/11/2019 às 11h47 Saúde Você está aqui: Home / Tempo de saúde Imprimir postagem

Outro dia, entrei no quarto da minha filha, e ela estava com as pernas abertas, com os dedos dentro da vagina. Foi um choque, pois só tem nove anos. Saí e não falei nada para ela. Minha preocupação é saber se rompeu o hímen ou se machucou. O que deve fazer?

É bom lembrar que a sexualidade está presente desde o nascimento. Nos primeiros meses de vida, o bebê chega a tocar em seus genitais, mas não de forma intencional. Isso é muito frequente, mas não se trata de masturbação. 

O ato de manipular os genitais só pode ser chamado de masturbação por volta dos dois anos e meio de idade, quando a criança começa a tocar suas partes íntimas intencionalmente. Ela percebe, por coincidência, que mexer na região íntima desperta uma sensação gostosa.  A partir daí, vai agir intencionalmente.

O que fazer

É necessário adequar a situação, ou seja, quando a criança faz isso na frente dos outros é preciso dizer "agora, não é hora disso". Também procure distraí-la. 

Depois desta fase sexual na primeira infância, é preciso estar atento e apresentar atividades diferentes para as crianças maiores, mantendo-as ocupadas com algo compatível com a idade delas. 

Às vezes, a autoestimulação é um sinal de angústia. Então, é preciso observar o comportamento dos pequenos. Procure conversar de maneira afetuosa sobre o assunto, pois esse é o ingrediente mais importante deste tema.

Diário Gaúcho


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados